COYO TACO LISBOA

COYO TACO LISBOA

Tacos bons, mas num sítio sem alma…

Somos fãs de comida mexicana! Ou pelo menos da variante “tex-mex” que é exportada para todo o Mundo. Tacos, burritos, nachos com guacamole, margaritas, chilli com carne, tudo isso associado a um imaginário que temos do México, onde reina a boa disposição, música, pessoas divertidas, muito barulho e alegria. Podem ser estereótipos, eu sei, mas é o que recebemos da generalidade dos restaurantes mexicanos. Em Lisboa não há tantos como gostaríamos, por isso a abertura de um mexicano novo cria logo um burburinho imenso. Pois que foi exactamente o que aconteceu com o Coyo Taco.

coyo taco
O Coyo Taco de Miami…

Ora, conheci o Coyo Taco longe de Lisboa, em Miami, numa das suas loja mais emblemáticas – sim, aquela onde o Barack Obama foi comer e que fez furor a nível internacional. Foi-me referenciado como o melhor “taco joint” de Miami, fui até lá, provei… e adorei tanto os tacos como o ambiente! Cool e descontraído, com gente jovem sempre a entrar e a sair, barulho e confusão saudável, um sistema de pedidos super divertido (com os tickets” a “voarem” de um lado para o outro do balcão) e, claro, tacos excelentes! Desde a tortilha até ao recheio, os tacos que comemos em Miami foram efectivamente os melhores que já comi!

coyo taco
… e os seus tacos, guacamole e margaritas!

Por isso, a notícia da abertura de um Coyo Taco em Lisboa deixou-me em pulgas!!! Finalmente uma taqueria para fazer frente ao Pistola Y Corazón (podem ler aqui a nossa review)! Prometia!
Mas… a versão lisboeta do Coyo Taco é bastante diferente do original…

Mesmo no centro da zona do Príncipe Real, onde a movimentação constante de pessoas garante que a casa está sempre cheia (e com filas à porta, já agora), o primeiro impacto não é o melhor. Isto por uma questão de comparação, claro. E a razão é simples: aquele vibe cool que o restaurante original tem não existe de todo no Coyo Taco Liboa. O restaurante é exactamente igual ao vizinho do lado – o Tapisco (sobre o qual já aqui escrevemos também), até porque ambos pertencem ao Grupo Multifood – e isso retira-lhe completamente a autenticidade.

Será que entrámos no restaurante errado?! Não, é só mesmo igual ao Tapisco…

O facto de estarmos numa zona tão turística faz o resto para tornar o ambiente estranho e despersonalizado: são só turistas, não se houve barulho, não há diversão, não se sente aquele mood que uma taqueria deve ter. Neste ponto, o Pistola Y Corazón continua a ganhar aos pontos. O que é uma pena, porque o restaurante de Miami envolve-nos exactamente por isso, pela alma que tem, pelo ambiente com que nos recebe. Aqui sente-se o factor franchising…

De qualquer forma, e mesmo que o ambiente não tenha de todo a alma que um mexicano deve ter, ou que esteja a milhas de distância do Coyo Taco original, a comida surpreende pela positiva. Os tacos são quase tão bons como no restaurante de Miami, o que significa que são excelentes! As tortilhas são saborosas e aguentam bem o conteúdo, como se quer, e esse conteúdo é rico em texturas e sabores. Provámos o best-seller de Miami, o Carnitas de Pato (com pato confitado ao estilo de Michoacana, salsa serrano, cebola roxa, queijo e coentros), rico em sabor; e o clássico Pollo Al Carbon (frango marinado grelhado, pico de gallo, queijo misto, salsa fresca e coentros), que sendo mais normal, é igualmente bom, com todos os elementos a fazerem sentido.

Uma referência agora à questão do preço, que também é diferente deste Coyo Taco para o original – conversão feita, em Miami paguei menos pelos tacos. E mesmo que não exista essa base de comparação, se nos focarmos apenas na comparação de preços com o Pistola Y Corazón, aqui continuamos a perder. Porque os preços são os mesmos… mas aqui a dose só traz 2 tacos, enquanto na taqueria do Cais do Sodré a dose são 3 unidades. Pequenos pormenores que fazem uma grande diferença no final. Mas, lá está, quando há um grupo como a Multifood por trás, um restaurante não pode viver só do ambiente…

Voltando aos tacos, eles são feitos no balcão, mas o espaço não está desenhado para que possamos ver o processo. E, neste caso, o processo faz parte do prato, porque é giro ver a preparação da carne, a montagem dos tacos… Ao contrário do que acontece no Tapisco, no Coyo Taco não há mesas ao balcão, e isso podia ser logo um factor diferenciador. Pela positiva…

Mas de regresso aos aspectos positivos, que têm mesmo só a ver com a comida. Antes do tacos pedimos o Guacamole com Totopos, guacamole muito bom, numa dose que custa 8€ e tem a quantidade que podem ver na foto em baixo. Pois é…

As margaritas também são bastante boas, ainda que o sal não seja colocado na borda do copo mas sim na lateral – vá-se lá saber porquê. E podemos sempre terminar uma refeição no Coyo Taco com uma sobremesa, uns maravilhosos Churros que se podem molhar em doce de leite ou em chocolate mexicano. Uma sobremesa decadente, e que nos remete completamente para o imaginário mexicano. Muito bom!

Depois de toda a excitação inicial, saímos do Coyo Taco com um misto de sentimentos. Porque é verdade que os tacos são bons, aliás, a comida no geral é excelente. Mas depois começam as comparações com o restaurante original e este de Lisboa não fica de todo a ganhar. Aliás, nem fica a ganhar na comparação com outras taquerias da Grande Lisboa. O espaço, o ambiente e os preços talvez façam sentido quando inseridos dentro da lógica de uma cadeia de restauração, mas não fazem sentido nenhum para esta marca ou mesmo para este tipo de restaurante.

O que esperávamos do Coyo Taco era uma lufada de ar fresco no registo dos mexicanos fast food de Lisboa. Esperávamos alma, carisma, esperávamos aquilo que nos apaixonou no restaurante de Miami, ou pelo menos aquele ambiente sempre em festa que um mexicano deve ter. Não esperávamos era este espaço pré-formatado, formal e desinteressante, com preços mais altos do que a concorrência. É verdade que os tacos são bons… mas o que é que isso adianta quando o resto não tem alma?

Preço Médio: 15€ pessoa (taco e margarita)
Informações & Contactos:

Rua D. Pedro V, 65 | 1250-093 Lisboa | 21 0529201

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.