JORGE D’AMÁLIA

Será… o Melhor Bitoque de Lisboa?

Desde que me mudei para a Ajuda, tenho ouvido conversas esporádicas sobre “o melhor bitoque do Mundo”. Que, por acaso, diziam ser servido numa pequena tasca da zona, o Jorge D’Amália. Statement ambicioso, no mínimo. Mas como gosto de desafios, lá fui eu.

E o Jorge D’Amália é isso mesmo, uma simples tasca. Poucas mesas, paredes completamente decoradas com todo o tipo de coisas relacionadas com o Belenenses. Literalmente. Não há um espaço livre nas paredes.

Há uma ementa com poucos pratos, que vão variando dia após dia, e depois há os clássicos da casa, como o pica-pau, as moelas ou a francesinha. Mas basta olhar à volta para perceber que, na realidade, toda a gente lá vai ao mesmo: o mítico bitoque.

E é mesmo o bitoque que peço. Servido num tachinho de metal, cheio de um molho forte no alho, óptimo para molhar o pão, carne médio mal, saborosa, tenra, um bife grande. Batatas fritas caseiras – como aparece cada vez menos – em dose bem servida. O ovo bem estrelado, para mostrar a muitos restaurantes “cagões” como se faz.. O conjunto todo acaba por se misturar, como se quer num bom bitoque: é o ovo e as batatas, tudo para a molhanga.

Para o fim há algumas (poucas) sobremesas, caseiras, mas o que na realidade apetecia mesmo era outro bitoque. Com mais pão para ensopar no molho.

Se é o melhor do Mundo? Não sei, ainda não provei bitoques suficientes para estar seguro disso. Mas é muito, muito bom. Arrisco a dizer: o melhor que comemos em Lisboa! E tendo em conta o preço (6,5€), fica ainda melhor!

Preço Médio: 8€ pessoa (bitoque e imperial)
Informações & Contactos:
Calçada da Memória, 20 A | 1300-396 Lisboa | 21 6002719

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.