TRICKY’S

Tricky feeelings… Numa época em que os conceitos cada vez mais se cruzam, se calhar é o próprio paradigma que está a mudar. A típica casa de petiscos variados com bebidas a acompanhar está gradualmente a dar lugar aos bares de cerveja ou de vinhos que contam com uma cozinha onde se serve comida para … Ler mais

O CANTINHO DO ALFREDO

Não há tasca mais tasca que esta tasca! Gostamos de uma boa tasca. Mas a verdade é que há tascas… e tascas! Há tascas que foram evoluindo um pouco ao longo do tempo, mudando algumas coisas ainda que mantenham a sua identidade. E depois… depois há Tascas, mas aquelas Tascas com T grande. Aqueles sítios … Ler mais

O CLUBE DO HAMBÚRGUER

É muito leeeeeeeeeeeeeeentooooooooo… Sim, é isso mesmo: é muito lento. O que, neste caso, até tem o seu quê de ironia, porque somos avisados logo assim que nos sentamos que se fizermos todos os pedidos através da App do restaurante onde também temos a ementa, será tudo muito mais rápido. Ora… durante a mais de … Ler mais

ZÉ PINTO

A casa do Arroz de Feijão! Quem nunca foi ao Zé Pinto que ponha a mão no ar! Pronto, eu sei, não dá para ver… por isso podem baixar as mãos. Sim, porque acredito que muita gente levantou a mão 😉 E tenho essa certeza porque sei que há restaurantes que nos acompanham a todos, … Ler mais

ATIRA-TE AO RIO (Cacilhas)

Uma vista magnífica merecia melhor comida. Já há algum tempo que não ia ao Atira-te ao Rio. Foi um “habitual” a determinada altura, mas sempre com um senão, que era o percurso no cais desde Cacilhas até ao restaurante, com os armazéns abandonados. Nunca tive problemas, mas esse percurso não era o mais agradável do … Ler mais

PETISCO SALOIO

Era tão simples ser mais… simples. No fundo, é isto: petiscos são petiscos. São coisas simples, sem grandes invenções, sem twists nenhuns. É seguir as receitas tradicionais e executar bem, servindo-os a preços simpáticos e sem grande invenções. Parece-me muito simples. E a verdade é que há uns 6 anos tivemos uma moda parva das … Ler mais

THE OLD HOUSE

Um dos melhores chineses de Lisboa. É sempre um risco quando proclamamos que um restaurante é dos melhores de Lisboa ou seja de onde for. Porque temos sempre malta a dizer que não acha e que nós não sabemos nada e tal e tal e tal… que geralmente é a mesma malta que não percebe … Ler mais

O DIFÍCIL

Nem difícil nem fácil. Só médio. Nem todos os restaurantes tradicionais têm de ser muito bons. Ou muito típicos. Ou ter algum factor diferenciador que se destaque. Nope, nada disso. Há restaurantes tradicionais que apenas têm de ser competentes, estar ali no meio termo, e fidelizar a malta que vive, estuda e trabalha lá à … Ler mais