TABERNA SALMOURA

taberna salmoura alfama

Uma casa de amigos. E um restaurante perfeito! No meio de toda esta revolução gastronómica que estamos a atravessar como País, há uma tendência contínua de incorporar novas culturas na nossa cozinha. Novas técnicas e novos ingredientes, que resultam numa fusão que está cada vez mais na moda. A isto não são alheios os novos … Ler maisTABERNA SALMOURA

A PARREIRINHA DO PARAÍSO

Uma tasca com “T” grande!!!   Quem me tira uma boa tasca, tira-me tudo! E tascas há muitas em Lisboa, é verdade, mas também é verdade que elas vão ficando cada vez mais esquecidas com o crescimento do cenário gastronómico da cidade. Há cada vez mais restaurantes da moda onde toda a gente quer ir. … Ler maisA PARREIRINHA DO PARAÍSO

FAMA D’ALFAMA

restaurante fama d'alfama

A tradição já não é o que era. Alfama… É impossível pensar neste bairro de Lisboa e não nos vir logo à cabeça a palavra “fado”. Alfama é quase como que a casa do fado em Lisboa, e basta andar pelas suas ruas estreitas à noite que ouvimos facilmente vozes a sair das portas de … Ler maisFAMA D’ALFAMA

MALMEQUER BEMMEQUER

malmequer bemmequer alfama lisboa restaurante tradicional

Um tesourinho perdido nas ruas de Alfama. Em Alfama há mais do que casas de fado, mas é preciso procurar por aquelas ruas estreitas, a subir e a descer, por entre turistas maravilhados ou simplesmente perdidos. O Malmequer Bemmequer é um desses restaurantes pelos quais é preciso procurar, e também daqueles que não tem fado. … Ler maisMALMEQUER BEMMEQUER

ADEGA VICTOR HORTA

restaurante adega victor horta encerrado

Uma adega com petiscos e demasiadas formalidades.   Se um restaurante é o resultado a união do espaço, o serviço e a comida, é importante que os 3 eixos estejam mais ou menos alinhados. Podem não ser todos bons, mas devem seguir a mesma direcção. Ora, no caso da Adega Victor Horta, não seguem. Porque … Ler maisADEGA VICTOR HORTA

SANTO ANTÓNIO DE ALFAMA

É um daqueles que recomendo sempre.  Assim como é um daqueles a que volto regularmente. Agora que começam as noites quentes, começa também a apetecer restaurantes onde não faz sentido pedir pratos principais, porque as ementas estão claramente viradas para ir petiscando até ficarmos cheios… Ora, o meu “primeiro” deste género foi o Santo António de … Ler maisSANTO ANTÓNIO DE ALFAMA