TALHO DO MERCADO

TALHO DO MERCADO

Esta carne nem nas fotos fica maior…

Nesta era das redes sociais, há qualquer coisa de muito pouco inteligente num restaurante onde nos dizem que não podemos tirar fotos. Não é preciso pensar muito para perceber que as fotos partilhadas no Instagram ou noutra rede social qualquer podem fazer muito mais de positivo do que de negativo por um restaurante. E então num espaço que serve carne – cujas fotos ficam sempre muito fotogénicas – isso roça quase o absurdo. Mas pronto, pode ser apenas a nossa opinião.

O Talho do Mercado existe em alguns centros comerciais e nós fomos ao do Vasco da Gama almoçar. Por fora, muito bom aspecto, chamativo. A carne exposta ao lado do balcão está longe de mostrar um verdadeiro talho, mas ajuda a salivar. O espaço é bonito, talvez demais para um espaço de centro comercial, boa iluminação e mobiliário.

talho do mercado vasco da gama

O serviço, por outro lado, é fraco. É ver os empregados perdidos na sala com bebidas ou comida, a olhar para as mesas sem saber onde devem servir. Arriscam, às vezes acertam, outras vezes não. No nosso caso, acertaram à primeira nas bebidas (que ainda assim chegam à mesa à temperatura ambiente, sem gelo), na comida nem por isso. Tendo em conta que nos dão um buzzer no balcão, que vai vibrar quando a comida estiver pronta, se calhar era importante decidirem se têm serviço à mesa ou não. E se escolhem ter, é precisa muito mais coordenação.

talho do mercado vasco da gama

Numa ementa que tem 4 cortes de carne e depois hambúrguer e bitoque, escolhemos o último e ainda um entrecote. Ora, a carne é incrivelmente mal servida, em qualquer um dos dois. No caso do bitoque, o prato tem literalmente uma base de arroz e depois um pequeno bifinho e algumas batatas fritas. O ovo estrelado, como não podia deixar de ser, está seco. Mas num restaurante de carne, o que nos preocupa é mesmo o tamanho do bitoque (e consequente proporção em relação ao resto). Pequeno, demasiado pequeno. E a carne sem tempero rigorosamente nenhum, mas nenhum mesmo. Nem um bocadinho de sal. Enfim…

talho do mercado vasco da gama

Melhor o entrecote, mas também era melhor, já que é o dobro do preço. Boa carne, bem temperada… mas novamente numa dose muito mal servida. 4 pequenas fatias de carne, aliás 3 e meia, porque o resto era gordura. Muitos legumes salteados e batatas fritas, mas carne que é bom, muito pouca.

talho do mercado vasco da gama

Se calhar é esta a razão para não quererem que se tire fotos, para que o resto da malta não perceba o tamanho das doses…

E isto leva-nos à questão do preço, que tendo em conta tudo isto se torna ainda mais caro (ainda mais no contexto de um centro comercial). Estamos a falar de um bitoque a mais de 8€, com a bebida à parte. Ou seja, 10€ por um bitoque muito mal servido. O entrecote está acima dos 12€, preço que até poderia ser barato se a dose fosse minimamente normal e não absurdamente pequena. Arrisco a dizer que nos serviram umas 100gr de carne. Novamente, bebidas à parte.

Ou seja, no contexto do Vasco da Gama, fica tão caro ir comer ao Talho do Mercado como à Portugália, por exemplo. O que é um bocado absurdo. E ainda é mais absurdo quando as doses são tão pequenas. Por isso, juntando preços altos a doses minúsculas, serviço atabalhoado e comida mais ou menos, se calhar percebe-se porque é que não querem que tiremos fotografias.

E sim, tiramos algumas. Porque queremos ilustrar o que escrevemos. E porque, na época em que vivemos, um restaurante proibir fotografias é quase como dizer-nos que não aceita multibanco. Ou que temos de nos sentar no chão e caçar a nossa própria comida. Mas, realçamos novamente, pode ser só a nossa opinião…

Preço Médio: 12€ pessoa (com refrigerante e com bitoque ou hambúrguer)

Informações & Contactos:
Avenida Dom João II, 40 |Centro Comercial Vasco da Gama, Piso 2, Loja 027 | 1990-094 Lisboa | 910072737

[codepeople-post-map]

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.