TASCA DO MIGUEL

Simples e barato. E isso incluí a Costeleta de Vitela! Há centenas de tascas espalhadas por toda a cidade (ainda mais se pensarmos a nível do País inteiro). Por isso, e fora aquelas que são mesmo muito conhecidas, é normal que a nossa interação com estas tascas tenha acima de tudo a ver com a … Ler mais

O CANTINHO DO ALFREDO

Não há tasca mais tasca que esta tasca! Gostamos de uma boa tasca. Mas a verdade é que há tascas… e tascas! Há tascas que foram evoluindo um pouco ao longo do tempo, mudando algumas coisas ainda que mantenham a sua identidade. E depois… depois há Tascas, mas aquelas Tascas com T grande. Aqueles sítios … Ler mais

A PROVINCIANA

Vale a pena esperar para comer aqui! Adoro tascas!! E adoro ainda mais conhecer tascas por onde nunca passei! Porque cada lisboeta tem a sua preferida, e é quase impossível conhecer todas, mas a cada nova que conheço, ainda consigo ficar maravilhado com esta simplicidade incrível da arte de receber e dar de comer. A … Ler mais

RESTAURANTE O PATILHAS (Fátima)

Frango assado, num ambiente familiar. Sair para fora de Lisboa é sempre uma experiência maravilhosa para mim, especialmente no que diz respeito aos restaurantes. E se, em algumas zonas, tenho imensas sugestões de sítios onde ir jantar (ou almoçar, vá), há outras zonas do País onde não tenho nada apontado. Por isso, deixo-me guiar pela … Ler mais

O LUTADOR

Uma tasca para todo o tipo de gente. Tascas destas são aquelas de que gosto mesmo. Tascas a sério, que são o que são, que tanto recebem o mesmo casal de velhotes que mora ali perto e lá vai almoçar quase diariamente, como pessoal jovem que lá vai primeiro comer caracóis e acaba por ficar … Ler mais

O VELHO EURICO

Uma das melhores Tascas de Lisboa! Os restaurantes são feitos pelas pessoas, e só depois pela comida. Ou seja, um restaurante é o reflexo de quem lá trabalha, da sua personalidade, da sua forma de encarar a vida. Se os donos são mais elitistas é normal que o restaurante seja mais sofisticado. Mas se, pelo … Ler mais

PETISCOS DO MIGUEL

Sai um bitoque para… todas as mesas! Não há nada de mal em ir a um restaurante onde (quase) toda a gente come o mesmo prato. É uma espécie de congregação, se quiserem, uma sintonia em que todos estamos e com a qual podemos muito bem, que nem sequer questionamos. Se nos dizem que ali … Ler mais

RESTAURANTE OS GRELHADOS

Viva a vida de bairro!!! Quem nos acompanha há mais tempo sabe que temos um ritual que acontece uma vez por mês: um jantar com a grupeta do #adorotascas … numa tasca, claro! É organizado à vez, e a ideia é ir conhecer sítios que não conhecemos, tascas daquelas à antiga, onde queremos é conversar, … Ler mais