TICO TICO – NOVO RICO

Um clássico lisboeta.

Fomos ao Tico Tico experimentar os croquetes, na demanda que andamos a fazer há alguns meses na procura do melhor croquete de Lisboa – vão ao Instagram, procurem o #àcaçadomelhorcroquete e percebem do que estamos a falar. Mas depois disso, e porque era tarde e porque já estávamos sentados… e porque na realidade os croquetes não eram grande coisa, ficámos para jantar. E assim, uma demanda por croquetes transformou-se em mais um jantar com o selo #adorotascas 😉

Se o que nos levou ao Tico Tico foram mesmo as constantes recomendações em relação aos croquetes, a verdade é que já há algum tempo que tínhamos o restaurante na nossa lista de clássicos lisboetas a visitar. E chegar a um restaurante praticamente cheio numa Terça-feira à noite, às 22 horas, mostra-nos que se calhar devíamos ter por cá passado antes. A fauna é diversa mas ninguém parece deslocado. A forma como as pessoas interagem e como os empregados fazem o mesmo com elas é um sinal claro de que estamos numa casa com história, numa casa que cria histórias.

O Tico Tico é uma marisqueira, mas nós preferimos olhar para a ementa do que para o aquário enorme onde o marisco vai “dançando” a noite toda. Há muita coisa que reconhecemos, e muitos pratos de tacho, algo que, por incrível que pareça, já não é assim tão habitual nos restaurantes tradicionais. Por isso, pedimos assim um misto, para provar de tudo um pouco e aquecer a alma nesta noite fria de Inverno.

Pedimos as Amêijoas à Bulhão Pato ao mesmo tempo do resto dos pratos, e as bichas são boas, com molho apurado, bom para o pão torrado que as acompanha. Ao lado delas ficou o tacho com o Arroz de Tamboril com Gambas, o melhor prato da noite. Há muito tempo que não comíamos um arroz destes tão bem apurado, com o arroz tão solto, com tanto peixe, onde nem sequer é preciso acrescentar picante porque já tem aquela dose ideal. Um prato do caraças!

Ao mesmo tempo, mas do outro lado da mesa, temos o Ensopado de Lulas, outro prato de conforto. Lulas perfeitas, batatas ainda melhores (sim, estamos a destacar a batata cozida, porque cada vez é mais difícil encontrar uma boa batata cozida), molho também muito apurado. Depois, um pedido inesperado, de alguém que conhecia bem o Tico Tico: Presunto com Ovos. Sim, isso mesmo. Fatias de presunto servidas com ovos estrelados, acompanhadas de batata frita. Colesterol num prato, o equivalente aos ovos rotos espanhóis. Mas um prato que acompanha os tempos na ementa do Tico Tico, desde sempre.

E, para terminar os pratos principais, Bifinhos de Peru ao Champignons. Sim, isso mesmo. O prato mais básico de sempre, uma escolha obrigatória nos jantares de grupo. Mas, no fundo, um prato que nos aviva memórias, e nem todos os pratos que fazem isso têm de ser mais complexos. Aqui estava tudo muito bom, os bifes, os cogumelos e molho, e mesmo as batatas congeladas. Porque às vezes a comida de conforto não tem a ver com os ingredientes, mas com a forma como tudo se conjuga no prato.

Finalmente, as sobremesas. Uma de cada (ou quase), como é habitual nos jantares do #adorotascas
O Pudim À Francesa é um pudim, e o Abade de Priscos é um pudim do caraças! Muito boa também a Sericaia (com o sem ameixa), sendo que a sobremesa menos interessante foi aquela que peço sempre, o Bolo de Bolacha (o creme de manteiga tinha pouco açúcar, não sabia muito bem).

Num jantar menos planeado do que esperávamos, acabámos por conhecer um daqueles restaurantes tradicionais com uma longa história em Lisboa, especialmente no bairro de Alvalade. O Tico Tico é menos tasca do que esperávamos, e talvez mesmo menos “tradicional”. Está mais próximo de uma marisqueira, como aliás anuncia no néon exterior. Mas como são as pessoas que fazem um restaurante, a verdade é que o Tico Tico é um restaurante de famílias e para famílias. E isso é tudo aquilo que se pode querer de um restaurante.

Preço Médio: 18€pessoa (com vinho)
Informações & Contactos:

Av. Rio de Janeiro, 19 | 1700-330 Lisboa | 21 849 1495

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.