NOTÍCIA: abriu o Ararate, o primeiro restaurante arménio de Portugal.

NOTÍCIA: abriu o Ararate, o primeiro restaurante arménio de Portugal.

E numa cidade que é cada vez mais internacional, acabou de abrir em Lisboa o primeiro restaurante arménio no país. O Ararate fica no nº 70 da Av. Conde Valbom, a escassos metros da Fundação Calouste Gulbenkian, e promete uma viagem a uma cultura gastronómica completamente diferente da nossa.

A cozinha arménia vai beber muito à herança mediterrânica mas, graças à sua localização no mapa, agregou também o melhor das suas várias fronteiras e peculiaridades da Ásia e da Europa. Ingredientes como a beringela, o pimento, o tomate, a cebola, com apoio de muitas ervas aromáticas e especiarias. Nas proteínas, temos o borrego como carne principal, mas também a vitela ou o vitelão.

Um dos pratos principais do Ararate é a espetada – de carne, peixe ou legumes. Há ainda uma Tábua de enchidos tradicionais com lascas de peito de pato, língua de vitela, basturma (lombo de vaca conservado em mistura de especiarias) e sudjuk (carne picada com toucinho em especiarias); o Dolmá, prato de vitelão enrolado em folhas de videira; o Chanákh, isto é, ensopado de borrego; e ainda o Khabab, ou lylya-kebabs, que são espetadas de carne picada assadas no carvão.

No Ararate – que deve o seu nome à montanha bíblica onde atracou a Arca de Noé – recriam-se estes e outros pratos tradicionais da Arménia, genuínos no paladar e na confecção. O desafio está nas mãos do chef do restaurante – Andranik Mesropyan –, um jovem arménio que veio para Portugal para abraçar este projecto, e da sua equipa, maioritariamente arménia.

Este é só mais um dos restaurantes de comidas do Mundo a abrir em Lisboa nos últimos tempos. Por isso, se gostam de experiências diferentes – como nós – é ir até ao Ararate! Bári akhorjak!

Informações & Contactos: Avenida Conde Valbom, 70 | 1050-099 Lisboa | 925 451 509

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.