MENSA

MENSA

Petiscos (travessas) à “Mensa”… 😉

O trocadilho é intencional e estava mesmo a pedi-las. Até porque foi a primeira coisa de que nos lembrámos quando nos perguntaram se queríamos ir jantar ao Mensa, ali no centro da Vila de Oeiras. Não conhecíamos, mas o casal com quem fomos é cliente regular do espaço e só tinha elogios. Por isso, fizemos a piadola fácil e lá fomos nós.

A primeira dúvida é em que tipo de restaurante estamos. Porque há restaurantes que simplesmente orbitam entre vários estilos, ou conjugam-nos, se preferirem. Não podemos dizer que o Mensa é uma petiscaria ou tasca moderna, ainda que grande parte da sua carta seja virada para os petiscos (aqui chamados de “Travessas”), assim como não podemos chamar-lhe um restaurante de influência oriental, mesmo que tenha uma secção de pratos de wok… nem sequer uma steakhouse, mas os pratos com mais destaque são vários bifes. No fundo, é assim como um cocktail onde se mistura um pouco de tudo, porque sabemos que as pessoas gostam de várias bebidas diferentes.

Os petiscos (travessas) chamam-nos mais a atenção porque têm coisas tão distintas como teppanyaki ou caril de camarão, passando por pimentos padrón ou atum braseado. Sim, um pouco de tudo, para agradar a toda a gente. A nossa única dúvida tinha a ver com a qualidade, porque geralmente quando se quer fazer tudo, não se faz nada bem. Felizmente os nossos receios eram infundados… parcialmente.

Começamos com uma recomendação de quem foi connosco, uma fantástica Sopa de Tomate com Ovo Escalfado. Rica, densa, texturada, com o ovo perfeito. Numa ementa cheia de influências, a viagem inicial ao Alentejo correu bastante bem!

Depois começam a vir para a mesa várias coisas, entre petiscos e pratos pequenos, o que nos permite ir provando de tudo um pouco. Na primeira ronda temos um Cogumelo Portobello flambeado com Moscatel, que podia saber mais ao vinho mas que não deixa de ser um petisco agradável; e uns Pimentos Padrón com Camarão e Molho Doce de Chilli, que é um prato que não faz qualquer sentido. Nem os pimento padrón estão como devem estar – só grelhado com sal grosso por cima – nem os camarões absorveram bem o molho, por isso é tudo demasiado desconexo no prato. Invenções…

O Atum Braseado com Maracujá é surpreendentemente bom. Aliás, não é só bom, é excelente! E nem é assim tão surpreendente, porque é uma conjugação utilizada frequentemente nos Açores, e que resulta na perfeição. Aqui o atum é muito bem tratado e o molho leve de maracujá transporta-nos mesmo para uma das ilhas do arquipélago.

As fotografias mostram várias coisas, mas outros dois pequenos pratos que nos chegaram à mesa foram os Camarões Fritos com Aguardente Portuguesa, com um molho viciante, daqueles que faz pedir mais cestos de pão; e as Tiras de Porco grelhadas com Ervas Aromáticas… onde as ervas aromáticas ficaram claramente em casa, porque aquilo que estava no pequeno pratinho eram apenas algumas tiras de carne de porco grelhadas. Sem graça nenhuma…

Da secção dos bifes, a escolha foi o Bife à Marrare com natas e limão (que está aqui um bocado a mais, mas pronto…). A carne é boa, o molho podia puxar mais à mostarda que ao limão, mas pronto. E a dose é pequena para o preço, especialmente quando comparando com os restantes pratos/petiscos.

No caso das sobremesas, há menos discrepâncias, porque estão todas num patamar de normalidade. Ou seja, das três que nos chegam à mesa, não há nenhuma excelente nem nenhum muito má, são todas regulares: Cheesecake, Bolo Mousse de Chocolate com gelado de natas e Tarte de Lima e Gengibre… que nos deviam ter dito que era uma tarte merengada, porque faz toda a diferença…

Trocadilhos à parte, o jantar no Mensa não foi nem completamente mau nem foi tão bom como nos venderam. A ideia dos petiscos funciona sempre, mas são em demasia e algumas coisas simplesmente não fazem muito sentido. Ou não são muito bem executadas. A sopa de tomate prometia um jantar inesquecível, mas que depois se transformou num jantar regular.

O Mensa tenta agradar a todo o tipo de pessoas, em vários registos diferentes, e isso tem coisas boas como coisas más. Há demasiado desfoque na lista para que tudo seja coerente a nível de qualidade, mas tendo em conta que na zona não há assim tanta oferta deste género, o Mensa acaba por cumprir. No fundo, é um restaurante de proximidade.

Preço Médio: 18€ pessoa (com vinho)
Informações & Contactos:

Rua Dr. Neves Elyseu, 21 | 2780-228 Oeiras | 21 245 89 14

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.